Playtime: Estratégias do amor

Em vez de cortar gastos, a marca resolveu investir durante a crise e lucrar menos para ver resultados em 2018

A Rede Playtime de motéis tem três unidades no Distrito Federal e chegou à região em 1978, com o Playtime Motel em Taguatinga. A fórmula foi repassada adiante para outros motéis da Rede — o Fantasy Motel, em 2000, e logo depois, para o Flamingo Motel. Premiada com o Top of Mind na categoria, a rede aposta no motel como sinônimo de relaxamento e boas surpresas, pratica preços baixos, investe em publicidade e mantém o nível do serviço apesar da crise financeira.

Segundo a administradora do Flamingo Motel, Elza Bezerra, o espaço não é mais visto como esconderijo para encontros furtivos. É sinônimo de aconchego, surpresas e datas comemorativas — um local para casais que querem sair da rotina. “Temos restaurantes com um cardápio refinado e muito mais baratos”, completa. “O empresário que ouviu seus hóspedes, investiu e acompanhou as mudanças tecnológicas dos últimos anos pode contar com um público que lhe prestigiará e o seguirá sempre”, opina.

Em 2017, a estratégia da rede foi investir em publicidade e infraestrutura. Gerente administrativo do Fantasy Motel, Cláudio Faria conta que os empresários tentaram manter a marca viva na memória do cliente. “Através de publicações em mídias sociais, notas na imprensa, frontlights na rodovia”, explica. Para ele, descontos e promoções são menos importantes do que uma estrutura segura, instalações higienizadas e confortáveis, enxoval de qualidade e cardápio bem pensado.

Para administradora do Flamingo Motel, Elza Bezerra, o ano de 2017 não está entre os melhores para a marca. “Tivemos que tomar algumas medidas para nos adequarmos à atual situação”. Ela conta que a empresa continuou a prestar um serviço de excelência, mesmo que isso significasse diminuir os lucros. E chama a atenção para a fila das prioridades em tempos de crise. “Ficamos no final dela, pois somos considerados lazer”.

Para a rede, o reconhecimento por parte do público de Brasília indica um caminho certo. “Continuaremos com o nosso comportamento inovador, comprometido com o cliente, dedicado à entrega a melhor experiência possível”, expressa João Serafini, gestor de Marketing da Rede Playtime.